Menu
RSS


Herdeiros de Michael Jackson pedem 100 milhões de dólares à HBO por violação de contrato

Os herdeiros de Michael Jackson avançaram com um processo judicial contra a HBO por alegada violação de um contrato que o cantor assinou com o canal em 1992 e que permitiu a transmissão ao vivo da Dangerous World Tour de Jackson.

Em causa está o documentário Leaving Neverland, que o canal vai exibir no início de março e que teve a sua estreia em Sundance. Segundo os herdeiros do cantor, existe uma cláusula assinada no contrato de 1992 que impede a estação de exibir qualquer material que represente um desprestígio para a carreira de Jackson. Por tal, exigem o pagamento de 100 milhões de dólares (€88,2M) por incumprimento contratual.

"A HBO violou o seu acordo de não desacreditar Michael Jackson para produzir e vender a uma maratona de propaganda ao público que descaradamente explora um homem inocente que não está mais entre nós para se defender", diz o advogado dos queixosos, Howard Weitzman.

Leaving Neverland apresenta entrevistas a dois homens que afirmam terem sido vítimas de abusos sexuais por parte de Jackson. Estes, atualmente na casa dos trinta anos, tinham sete e dez anos quando Jackson alegadamente começou um longo relacionamento com eles e com as suas famílias. Descrevendo ao pormenor os alegados abusos, a obra foca-se principalmente no momento em que os homens contam  aos familiares - anos mais tarde - o que realmente aconteceu nas sua infâncias.

A HBO já reagiu a esta demanda dos herdeiros de Jackson, afirmando: "Apesar dos esforços desesperados que estão fazendo para minar o filme, os nossos planos de transmissão permanecem inalterados".

Assim, a HBO vai mesmo transmitir o documentário em duas partes a 3 e 4 de março. "Isso permitirá que todos tenham a oportunidade de avaliar o filme e as suas alegações por si mesmo", diz o canal.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos