Menu
RSS

 



Protagonista original de "Taxi" crítica o quinto filme da saga


O regresso da saga Taxi aos cinemas está marcado pela polémica. Numa entrevista ao Télé Loisirs, na segunda-feira passada, o protagonista dos primeiros quatro filmes da saga, Samy Naceri, atacou o ator e realizador do quinto filme, Franck Gastambide.

Em causa está o convite de Gastambide a Naceri para que este tivesse uma pequena aparição no novo capítulo da franquia, mas só nos momentos finais da obra, em jeito de cameo. Acusando o realizador de fazer as coisas de cima para baixo, Naceri diz que inicialmente fizeram-lhe-lhe crer que este 5º filme não precisava dele, mas que depois mudaram de ideias: "Eles precisavam de mim, não para ser ator, não para a franquia, mas para endossar o Taxi 5 ".

Naceri prosseguiu com as críticas, atacando os resultados na bilheteira francesa deste quinto filme, classificando os números anunciados como uma "mentira": "Quando nos falam em cerca de 3 milhões de espectadores ... Quando sabemos que para manter as salas de cinema, eles compram bilhetes em catadupa e vendem a empresas por 3 euros. Eles fazem 3 milhões de entradas a vender bilhetes a 3 euros (...) Pare de mentir ao público, dizendo que tem uns magníficos resultados nas bilheteiras. É errado."

Admitindo que não viu o filme, porque o feedback das pessoas na sua profissão e que trabalharam na obra foi mau, Naceri frisa que Gastambide escreveu um péssimo guião, concluíndo: "Você não percebeu e matou uma franquia. (...) Se te dermos a chance de fazer um Taxi 6, vá na direção do público, porque você errou [neste]. "

Recorde-se que o primeiro Taxi ficou-se pelos 6,5 milhões espectadores, enquanto a sequela conseguiu ficar acima dos 10 milhões. Já no terceiro filme houve uma quebra para 6,1 milhões e o quarto filme ficou-se pelos 4,5 milhões.

Taxi 5 chega aos cinemas portugueses a 21 de junho.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos