Menu
RSS

 



Mark Wahlberg recusou aprovar Christopher Plummer sem o pagamento de 1,5 milhões de dólares?

A controvérsia em torno das diferenças salariais entre Mark Wahlberg e Michelle Williams está para durar e um novo artigo no USA Today fornece mais detalhes sobre as refilmagens de All The Money In The World (Todo o Dinheiro do Mundo).

Segundo duas pessoas familiarizadas com a situação, mas não autorizadas a falar publicamente, Wahlberg recusou-se a aprovar Christopher Plummer como substituto de Kevin Spacey, a menos que lhe fosse garantido o pagamento de 1,5 milhões de dólares extra. Segundo essas mesmas fontes,  Wahlberg tinha uma clausúla no contrato que lhe daria poder de aceitar ou vetar o elenco do filme. Outra fonte, que mantém o anónimato, afirma que o advogado do ator vetou formalmente Plummer numa carta aos financiadores até que a demanda de pagamento do seu cliente fossem atendida.

Recorde-se que em novembro passado, Ridley Scott afirmou em entrevista ao USA Today que todos os atores envolvidos nas refilmagens abdicaram da remuneração, mas um artigo do mesmo jornal dava conta que Walhberg recebera 1,5 milhões de dólares para refazer as cenas, enquanto Williams havia recebido menos de mil dólares, o equivalente ao pagamento mínimo que o Sindicato dos Atores obriga, na casa dos 80 dólares diários. Segundo o USA Today, Williams não foi informada sobre o salário de Walhberg quando concordou em fazer o trabalho extra pelo valor mínimo.

Em All The Money In The World seguimos o famoso sequestro de John Paul Getty III (Charlie Plummer) e as tentativas desesperadas da sua mãe, a ex-atriz Gail Harris (Williams), para conseguir que o avô (Christopher Plummer) do rapaz pagasse o resgate. 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Secções

Contactos

Quem Somos

Segue-nos