Menu
RSS


Tom Cruise junta-se aos protestos contra o "motion smoothing" das TVs modernas

Resultado de imagem para fallout c7nema

Depois de Reed Morano (The Handmaid's Tale), James Gunn (Guardiões de Galáxia), Rian Johnson (Star Wars: Os Últimos Jedi), Christopher Nolan (Dunkirk) e Paul Thomas Anderson (Linha Fantasma), foi a vez de Tom Cruise e Christopher McQuarrie virem a público criticar o "motion smoothing" presente em quase todas as televisões que hoje em dia são vendidas. Através de um video, o duo explica como os espectadores devem fazer para ver o mais recente filme da saga Missão Impossível ou qualquer outro da maneira que os cineastas projetaram. 

Também chamado de "efeito soap opera", o "motion smoothing" é conhecido por vários nomes, dependendo do fabricante, como TruMotion, MotionFlow, Motion Interpolation, ClearScan, Auto Motion Plus, AquoMotion, De-Judder e De-Blur, entre outros. Como já aqui explicamos anteriormente, este efeito dos televisores HD é usado principalmente para transmissões de desporto, artificialmente aumentando o "frame rate" dos conteúdos, inserindo frames falsos num vídeo para remover o aspeto desfocado (o blur) do movimento da imagem. Os fabricantes têm vendido os televisores com este "efeito" ligado por defeito e esse é o principal problema apontado pelos críticos, pois tradicionalmente as obras cinematográficas são filmadas a 24 frames por segundo. Aumentar artificialmente o número de frames afasta-se das artes cinematográficas e da intenção dos cineastas, dando-lhes uma qualidade hiper-real.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos