Menu
RSS


«The Great Gilly Hopkins» (A Fabulosa Gilly Hopkins) por Jorge Pereira

Se há distribuidor que aposta principalmente em filmes "feel good" é a Outsider, que encontra aqui neste A Fabulosa Gilly Hopkins um drama chorão com uma mensagem universal para agradar ao público sobre uma menina problemática entregue para a adoção que vai perceber que o conceito de família vai muito para além do sangue.

Baseado no livro homónimo de Katherine Paterson (autora do já adaptado ao cinema O Segredo de Terabítia) lançado em 1978, estamos perante aquilo que chamamos "filmes para toda a família", mas que certamente vai encontrar alguma resistência nas audiências mais ecléticas devido ao seu tom demasiado bafiento e adocicado ao estilo Disney. Isto numa história já repetida em dezenas de filmes e telefilmes que, normalmente, invadem as salas e cinemas nas épocas festivas.

Na verdade, A Fabulosa Gilly Hopkins nunca sai de uma forma demasiado televisiva. Merece particular destaque, no entanto, o trabalho dos atores mais velhos, com destaque para o trio Kathy Bates, Bill Cobbs e Glenn Close, com uma curta (mas interessante) presença de Octavia Spencer no papel de uma professora que não desiste de procurar que Gilly (Sophie Nélisse) explore na totalidade o seu potencial- Isto para além de uma Julia Stiles tratada de forma redutora para acabar por ser a vilã de serviço.

O resto é a força interior de Nélisse a funcionar, uma jovem que conhecemos desde Professor Lazhar e que tem dado cartas – sem nunca brilhar - em filmes como A Rapariga Que Roubava Livros e no ainda inédito em Portugal, Mean Dreams: Sonhos Perdidos. A forma como ela agarra o papel é suficiente para que acompanhemos o filme até ao fim, mas numa personagem e história com tantos lugares comuns da moralidade será difícil sair da mera prestação formatada e inconsequente.

De resto, destaque para a forma abusiva com que a banda-sonora não-diegética é usada, mais um elemento que coloca o filme na esfera da velha Disney, tentando absorver o espetador e conduzi-lo às lágrimas num jeito demasiado intrusivo e tornando toda esta experiência em algo demasiado amorfo e destinado a manipular os sentimentos mais básicos de quem assiste. E isto tudo sempre negando a velha máxima do "viveram felizes para sempre".


Jorge Pereira



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos