Menu
RSS

Kristen Bell questiona o beijo do príncipe a Branca de Neve e as redes sociais respondem

 

Se por cá as redes sociais e a comunicação social explodiram quando um professor universitário afirmou que não se deve obrigar as crianças a beijar os avós, nos EUA é Kristen Bell (The Good Place) que está no centro das atenções no Twitter por uma razão "semelhante".

A atriz mais conhecida por Veronica Mars - e que deu a voz a Anna em Frozen - falou com a revista Parents e explicou como adora o ritual de ler histórias às suas filhas. Uma das histórias é a famosa Branca de Neve, mas a atriz tem algumas questões a fazer sobre situações estranhas no conto, como o facto de Branca de Neve não ter perguntado à Bruxa porque deveria comer a Maçã. Pegando no exemplo das filhas, Bell deixa perceber que as miúdas nunca devem aceitar coisas de estranhos. Até aqui tudo bem e a questão não levantou problemas de maior, mas a seguir Bell atacou o famoso beijo do príncipe em Branca de Neve, perguntando:  "Não acham estranho que o príncipe beije a Branca de Neve sem a sua permissão? Não podes beijar alguém se essa pessoa estiver a dormir!"

Foi aí que o Twitter encheu-se de comentários depreciativos à atriz, dizendo que ela está a levar o #metoo longe demais, alguns dos quais vindos de atores famosos, não só pelo Cinema, mas também pelos seus comentários mais conservadores.

 

Uma dessas respostas veio de James Woods, que entre tweets chegou a dizer "Pensando bem, deixem-na dormir para sempre #metoo".

Bell já se defendeu por diversas vezes no Twitter, explicando que acima de tudo quer instigar o pensamento crítico nas filhas e que existem grandes diferenças entre Branca de Neve e Frozen, no qual trabalhou.

Michael Peña e Diego Luna em foco no trailer de "Narcos: México"

A Netflix divulgou hoje o trailer da quarta temporada de Narcos Michael Peña (American Hustle) e Diego Luna (Star Wars: Rogue One) são os protagonistas.

Com a estreia marcada para 18 de novembro de 2018, Narcos é produzido pela Gaumont Television para a Netflix e narra as histórias verídicas dos famosos traficantes de droga do final da década de 1980 e os esforços das forças da lei para enfrentá-los. 

Diego Luna é Félix Gallardo, outra figura da vida real nos anais do tráfico de drogas ilegais, que criou o Cartel de Guadalajara. Do outro lado desta busca está Kiki Camarena (Michael Peña), do DEA, tentando equilibrar a sua vida familiar com uma busca extensa de Gallardo pelo México.

Quem poderia derrotar Donald Trump? Tom Hanks, segundo Michael Moore

O documentarista Michael Moore pediu duas vezes a Tom Hanks que se candidatasse a presidente dos Estados Unidos.

A revelação foi feita no programa Good Morning Britain, quando foi questionado sobre quem poderia derrotar Donald Trump nas próximas eleições. Moore, que previu a vitória de Trump em 2016, afirmou que os americanos estão à procura de alguém que "amem":  "Durante anos disse que a Oprah deveria concorrer (...) E pedi ao Tom Hanks duas vezes (...) Tom Hanks venceria."

Moore promove atualmente o seu novo documentário, Fahrenheit 11/9. Depois de ter lançado em 2004 Fahrenheit 9/11, que explorava os motivos que o governo do então presidente americano George W. Bush teve para lançar o país numa guerra contra o Iraque e o Afeganistão, o cineasta Michael Moore tem no título da sua nova obra uma referência direta a 9 de novembro de 2016, conhecido como o dia em que Donald Trump foi declarado como presidente dos EUA.

“First Reformed” e "The Favorite" lideram nomeações aos prémios Gotham

O pontapé de saída para as diversas premiações que homenageiam o que melhor se fez no último ano foi dado, como de costume, pelas nomeações aos Gotham Independent Film Awards. Os nomeados para os Gotham Awards de 2018 foram selecionados por críticos de cinema, jornalistas, programadores de festivais e curadores de filmes.

“First Reformed” (No Coração da Escuridão) e The Favorite são os filmes mais indicados, com 3 nomeações. Recorde-se que no ano passado, Call Me By Your Name (Chama-me pelo teu nome) conquistou o prémio de melhor filme, sucedendo a Moonlight.

A cerimónia de entrega dos prémios desta 28ª edição dos Gotham Independent Film Awards decorrerá no próximo dia 26 de novembro.

Eis a lista completa de nomeados: 

Melhor Filme

“First Reformed”
“The Favorite”
“Madeline’s Madeline”
“If Beale Street Could Talk”
“The Rider”


Melhor Documentário

“Bisbee ‘17”
“Hale County This Morning, This Evening”
“Minding the Gap”
“Shirkers”
“Won’t You Be My Neighbor?”


Melhor Realização em Estreia

Bo Burnham, “Eighth Grade”
Ari Aster, “Hereditary”
Boots Riley, “Sorry to Bother You”
Crystal Moselle, “Skate Kitchen”
Jennifer Fox, “The Tale”


Melhor Argumento

Deborah Davis and Tony McNamara, “The Favorite”
Cory Finley, “Thoroughbreds”
Paul Schrader, “First Reformed”
Tamara Jenkins, “Private Life”
Andrew Bujalski, “Support the Girls”


Melhor Ator

Adam Driver, “BlacKkKlansman”
Ben Foster, “Leave No Trace”
Richard E. Grant, “Can You Ever Forgive Me?”
Ethan Hawke, “First Reformed”
Lakeith Stanfield, “Sorry to Bother You”


Melhor Atriz

Glenn Close, “The Wife”
Toni Collette, “Hereditary”
Kathryn Hahn, “Private Life”
Regina Hall, “Support the Girls”
Michelle Pfeiffer, “Where is Kyra?”


Ator / Atriz Revelação

Thomasin Harcourt, “Leave No Trace”
Helena Howard, “Madeline’s Madeline”
Kiki Layne, “If Beale Street Could Talk”
Elsie Fisher, “Eighth Grade”
Yalitza Aparicio, “Roma”

 

Prémio Especial do Júri (Elenco)

“The Favourite”: Olivia Colman, Emma Stone, and Rachel Weisz


Série Revelação

“Alias Grace”
“Big Mouth”
“The End of the F***ing World”
“Killing Eve”
“Pose”
“Sharp Objects


Série Revelação (Curta)

“195 Lewis”
“Cleaner Daze”
“Distance”
“The F Word”
“She’s the Ticket”

Contactos

Quem Somos

Segue-nos